6 dicas para oferecer frete grátis na sua loja

“Frete grátis” é música para os ouvidos de quem compra pela internet. Já viu alguém reclamar por não ter que pagar por alguma coisa?

Segundo uma pesquisa feita pela consultoria ComScore, 55% dos consumidores abandonam o carrinho antes de concluir a compra porque consideram o frete caro demais.

Em contrapartida, 70% colocam produtos a mais no carrinho só para ter direito ao frete grátis.

Mas todo mundo sabe que não existe almoço grátis. No caso do frete, alguém terá que pagar por ele. Se não for o cliente, isso significa que esse alguém é você.

Para lojas de pequeno porte, não cobrar o frete do cliente pode representar uma drástica redução nas margens de lucro. Por outro lado, se ele for embutido no preço dos produtos, o aumento pode espantar os clientes.

Portanto, antes de qualquer coisa, é preciso fazer as contas. Se você consegue absorver os custos e ainda assim ser competitivo, esse é o melhor dos mundos.

Confira algumas dicas na hora de oferecer o frete grátis:

Entenda suas margens

Para definir se é possível absorver os custos do frete grátis sem prejuízos, é necessário avaliar qual a margem de lucro de cada produto.

Conheça seus produtos

O peso e as dimensões de cada produto também devem ser considerados, pois eles impactam diretamente no custo de frete. Quanto maior o produto, maior o custo a ser absorvido.

Avalie seu ticket médio

Uma estratégia comum para avaliar quando vale a pena oferecer o frete grátis é entender qual é o gasto médio dos clientes. Se for R$ 50, você pode oferecer frete grátis a partir de R$ 70, por exemplo, para tentar elevar o ticket médio da loja.

Pondere a localização dos clientes

Faça um mapeando de onde está seu maior número de clientes e qual é o frete médio para esta localidade para entender qual o custo médio de frete que você terá que absorver e definir para quais locais compensa oferecer o benefício.

É importante incluir na conta os custos da logística reversa – ou seja, se um cliente optar por devolver um produto, quanto isso irá lhe custar?

Analise a concorrência

Acompanhe as estratégias e preços praticados pelos concorrentes para poder se manter competitivo. Lembre-se que o cliente sempre baseará sua escolha na comparação – e comparar na internet é extremamente fácil.

Defina a estratégia

Determine qual é o objetivo da oferta do frete grátis para definir como ele será praticado. Se o propósito é elevar as vendas de um determinado produto ou categoria, você pode oferecer a isenção apenas para alguns itens.

Se a estratégia é atrair mais visitantes para a loja como um todo, você pode oferecer frete grátis para todos os produtos durante um dia, por exemplo.

Se a ideia é aumentar o volume de compras no carrinho do cliente, você pode oferecer frete grátis mediante a aquisição de produtos relacionados ou a partir de um valor mínimo de compras.

Se você quer fidelizar os clientes, então a estratégia é oferecer frete grátis para compras recorrentes ou fazer um programa de fidelidade, com acúmulo de pontos que podem ser trocados pela isenção de frete.

Habilite o frete grátis na sua loja

Quer fazer um teste com o frete grátis na sua Loja Virtual do UOL Host? Então veja aqui como habilitá-lo. Já testou o frete grátis na sua loja e quer dividir a experiência? Conte aqui quais foram os resultados.

Como configurar sua Loja Virtual do UOL Host

 

8 dicas para fazer promoções na sua loja

Todo final de dezembro, a cena se repete. Passa o Natal e começa a temporada de queima de estoque. Em países como Canadá e Inglaterra, o dia 26 de dezembro é sinônimo de ofertas imperdíveis – e empurra-empurra nas portas das lojas. É o chamado Boxing Day.

Recentemente, o varejo brasileiro importou a tradição. Mas por aqui não foi preciso enfrentar a multidão alvoroçada para conseguir boas barganhas.

Segundo estimativas de mercado, as promoções do Boxing Day na internet fizeram com que o faturamento do comércio eletrônico superasse R$ 81 milhões, uma alta de quase 40% em relação ao ano passado.

Com descontos de mais de 70%, as lojas virtuais registraram mais de 200 mil pedidos em um único dia. Nada mal, não é?

Mas não é só na ressaca das festas de final de ano que as liquidações são importantes. As promoções ajudam a trazer novos clientes, fortalecem os laços com aqueles que já são compradores fiéis e ajudam a dar um impulso a novos produtos.

Quer algumas dicas para ter sucesso na hora de fazer uma promoção? Então anote ai:

Planeje a ação

Defina claramente qual é o objetivo da ação. É abrir espaço nos estoques para novas mercadorias? É chamar a atenção dos clientes para uma determinada linha de produtos? É atrair novos compradores?

Em seguida, determine as métricas: qual o volume de produtos que você quer vender, em quanto tempo? Com base nisso, é possível definir melhor o mix de produtos que terão os preços reduzidos e quão agressivos serão os descontos.

Há diversas estratégias de promoção: desde oferecer descontos padrão para uma categoria de produtos – ou mesmo para a loja toda – por um período até reduzir os preços ou oferecer cupons de desconto para itens individuais. Tudo depende do propósito da campanha.

Defina o público alvo

Tenha claro para quem a ação será destinada para poder acertar o alvo correto. Se a ideia é reativar clientes antigos da base, a estratégia é fazer uma comunicação por e-mail ou até por telefone, se houver recursos para isso.

Se o objetivo for trazer novos clientes, então será fundamental saber quem é esse potencial cliente e onde ele poderá ser encontrado para mobilizar os recursos corretos.

Fatores como idade, sexo e perfil de consumo vão influenciar no tipo de produto a ser oferecido e nos canais de divulgação.

Defina o prazo

Para ser eficaz, uma promoção deve ter a janela de duração adequada. Defino o prazo de início e fim da ação e comunique claramente ao cliente.

Avalie os custos

Antes de reduzir os preços, avalie a margem de lucro e outros fatores que podem impactar no custo final, como a taxa de entrega. Certifique-se de que a promoção não trará prejuízos para o negócio.

Ofereça valor ao cliente

Para ser bem-sucedida, uma promoção deve ter apelo de fato junto ao público. Isso não significa apenas oferecer um produto encalhado a um preço pouco menor do que o original.

Identifique quais são os produtos que o cliente valoriza e use-os como chamariz para atrair atenção para outras ofertas relacionadas.

Estabeleça uma estratégia de comunicação

A comunicação certa é fundamental para o sucesso da ação. Como será a divulgação? Será via e-mail marketing para a base atual de clientes? Será via mídias sociais? Ou você vai investir em publicidade para atrair novos consumidores? Se esse for o caminho, quais são os veículos certos para chegar no cliente desejado?

Todas essas estratégias são válidas e devem ser ponderadas. Analise os custos de cada ação para entender se realmente vale a pena fazer o investimento.

Fique atento ao calendário do varejo

As datas comemorativas são ótimas oportunidades para fazer promoções. Fique de olho no calendário e crie ações temáticas voltadas a cada ocasião.

Confira algumas datas que costumam movimentar as vendas de vários setores do varejo: Férias de Verão e Inverno, Volta às Aulas, Carnaval, Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Festas Juninas, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Natal e Ano Novo.

Dependo do seu ramo de atuação, outras comemorações também devem ser lembradas, como Dia do Professor ou Dia da Secretária. 

Meça os resultados

Medir os resultados da ação é fundamental para entender os benefícios que ela trouxe e planejar novas edições.

Mãos à obra!

Convencido de que vale a pena investir em promoções? Então saiba como é possível fazer uma promoção na sua Loja Virtual do UOL Host. E se você já fez uma promoção de sucesso na sua loja, compartilhe conosco a sua experiência!

Como escolher um domínio perfeito para sua loja

Criar uma loja virtual traz, logo de cara, um desafio e tanto: escolher um bom domínio. Parece simples, mas é sempre bom lembrar que um bom nome pode ter impacto direto no sucesso de seu negócio online.

Sabe por quanto foi vendido o domínio pizza.com? Nada menos que 2,6 milhões de dólares. O motivo? É simples, é direto, é fácil de lembrar e mais fácil ainda de digitar. Ou seja, é um domínio que vale ouro.

E por que ele custou tão caro? A simples regra da oferta e da procura. O que significa que bons domínios não são fáceis de encontrar e, quando estão disponíveis, custam caro.

Quer uma ajuda para escolher o domínio da sua loja? Confira algumas dicas para facilitar a busca pelo endereço ideal.

 

Seja simples

Quanto mais curto e simples for o domínio, melhor. Evite palavras muito longas e difíceis de soletrar, consoantes em excesso ou siglas que não sejam fáceis de pronunciar. Endereços longos e complicados podem levar o cliente ao erro – e o erro, neste caso, significa vendas perdidas.

Tome cuidado também com palavras estrangeiras. Imagine que você tem uma loja de doces online e resolve dar a ela o nome de Delicious. Será que seu cliente vai saber escrever o endereço corretamente na hora de digitar? Na dúvida, simplifique!

Evite hífens e números

Ainda na linha da dica anterior, evite usar caracteres que possam confundir o cliente na hora em que ele for digitar seu domínio.

Ao registrar endereços em algumas extensões, como a .com, é possível incluir hífens e números no endereço. Isso pode dificultar a vida de quem vai entrar no seu site. Afinal, o endereço do supermercado 3 Irmãos é 3irmaos.com, tresirmaos.com ou 3-irmaos.com? Quanto menos espaço para dúvida, melhor.

Escolha a extensão certa

Além dos tradicionais .com e .com.br, existe uma série de opções de extensões para registrar seu endereço, como .net, .biz e .info. Os domínios .com são os mais disputados – e também os mais recomendados, por serem mais fáceis de se lembrar.

Mas se o endereço que você quer não está disponível nesta extensão, há alternativas no mercado. No Brasil, é possível optar por endereços com finais como .edu.br (para negócios ligados a educação), .far.br (para farmácias) ou .art.br (para arte e cultura), entre muitas outras opções.

Aposte nos termos certos

Se o seu negócio já tem uma marca, a recomendação é que o domínio seja igual ao nome da loja. Ter uma identidade única e exclusiva é fundamental para se diferenciar da concorrência e ser lembrado pelos clientes.

Mas se, por algum motivo, o endereço não estiver disponível você pode optar por usar termos relacionados à sua área de atuação.

Por exemplo, se você tem uma loja de doces chamada Delícia, você pode optar pelo domínio docesdelicia.com ou doceriadelicia.com.

Na hora de escolher quais termos usar, peça uma ajudinha aos buscadores. Usando o Google Trends, por exemplo, é possível saber quais são as palavras mais buscadas pelos internautas na hora de pesquisar sobre um tema.

É possível comparar, por exemplo, as buscas por “doces” e por “doceria” e descobrir qual termo é mais popular.

Tire a prova

Encontrou o domínio ideal? Então é hora de fazer alguns testes. Peça para algumas pessoas digitarem e pronunciarem o endereço para identificar potenciais dificuldades. Avalie se o domínio funciona na prática antes de bater o martelo.

Registre!

Já pensou em um bom nome para a sua loja? Então use a ferramenta de registro de domínios do UOL Host para verificar se ele está disponível e garanti-lo.

6 dicas para vender mais nas datas comemorativas

O Dia dos Namorados já é amanhã, e, como já é de costume do brasileiro, os presentes ficam para última hora. É sempre a mesma história: corre-corre, shopping lotado, enfim, aquele caos que todo mundo conhece.

É nessa hora que muita gente acaba optando por fazer compras pela internet, sem deixar o conforto do seu lar doce lar.

Está aí sua oportunidade de faturar – e quem sabe até conquistar um cliente fiel. Quer dizer, se você estiver preparado para isso. Afinal, a última coisa que o cliente que está fugindo da confusão do mundo físico quer é ter dor de cabeça no virtual.

Então vamos a algumas dicas práticas:

1. Ofereça os produtos certos

Sua loja pode não ser especializada em presentes românticos, por exemplo. Mas isso não significa que você não pode tirar proveito da data – afinal, tem gosto para tudo.

Analise seu mix de produtos e encontre potenciais presentes para a ocasião. O próximo passo é dar um destaque especial a eles no site.

2. Invista em promoções

Esta estratégia é válida para qualquer época do ano. Porém, nas datas especiais a concorrência aumenta. Todo mundo quer vender seu peixe. E vence aquele que tiver a melhor proposta.

Compras parceladas e descontos nos produtos contam pontos a favor do seu negócio na hora do cliente decidir onde comprar.

3. Abasteça o estoque

Não há nada mais frustrante para um cliente do que ler ESGOTADO na imagem do produto que ele deseja. Sabe aquele produto que é sucesso de vendas na sua loja? Então, certifique-se de quem tem peças suficientes dele em estoque.

O cliente que já sabe o que quer comprar dificilmente irá ter paciência para procurar outra coisa. Se você não tiver o produto para oferecer, pode apostar que a próxima parada dele é o seu concorrente.

4. Reforce a equipe

Assim como os shoppings contratam funcionários temporários para determinadas épocas do ano, o mesmo deve acontecer nas lojas virtuais.

Não se esqueça de que agora é lei que o e-commerce tenha atendimento rápido e eficiente ao cliente.  Se ele tiver dúvidas e seus atendentes estiverem eternamente ocupados e indisponíveis, isto poderá causar uma baita dor de cabeça para sua empresa!

5. Otimize seu canal de buscas

“Nenhum resultado encontrado” é sinal verde para o cliente sair do seu site. Às vezes ele sabe que o produto está ali, escondido em algum lugar, mas se a ferramenta não encontrou, ele irá atrás de outro.

Se a sua loja já tem este espaço de buscas, certifique-se de que ele está funcionando correta e precisamente. Se ainda não tem, providencie o quanto antes.

6. Prepare a logística

Nenhum cliente quer comprar um presente para o Dia dos Namorados e receber só no Natal. Certifique-se de você será capaz de cumprir o prazo de entrega prometido. Se você pisar na bola em uma ocasião importante como essa, pode dizer adeus a esse cliente.

Uma dica útil é ter um plano B de entrega. Se você costuma usar apenas os Correios, consulte outros fornecedores e avalie a possibilidade de ter motoboys à disposição.

 

Tem mais alguma dica bacana de como evitar desastres nas épocas de forte movimento? Já viveu alguma situação de apuro e deu a volta por cima? Então compartilhe aqui com a gente!

Dia dos Namorados: vendas online vão crescer 25%

Dê uma olhada à sua volta. Se deparou com corações e flores espalhados por todos os cantos? Pois é, o Dia dos Namorados está chegando!

A data chega para movimentar as vendas no mês de junho. No varejo tradicional, já desponta como a terceira mais importante em volume de vendas. No e-commerce, começa a dar sinais de crescimento, tendo ultrapassado o faturamento do Dia dos Pais no ano passado.

A previsão de faturamento para este ano, segundo o ebit, é de 1 bilhão de reais. O índice representa um crescimento de 25% em relação a 2012.

Quer morder uma fatia desse bolo? Invista em promoções especiais para a data e avalie a possibilidade de oferecer frete grátis – ele sempre faz sucesso entre os e-consumidores.

O que eles querem

Flores, perfumaria e cosméticos e cestas temáticas ainda são as categorias mais procuradas pelos namorados. Itens eletrodomésticos, itens de saúde e beleza e informática também estão no páreo.

Mas quem deve se dar bem mesmo são os comerciantes de moda e acessórios. A categoria chegou ao primeiro lugar no Dia das Mães e promete repetir o sucesso agora.

De olho no calendário

A temporada oficial de promoções para o Dia dos Namorados começou em 29 de maio, segundo os especialistas. Perdeu o bonde? Não desista. Tem sempre aquele “atrasildo” que deixa para comprar o presente de última hora.

Só fique ligado nos prazos de entrega – afinal, você não vai querer ser o responsável por um coração partido.

E anote aí no calendário as datas mais importantes do e-commerce para não bobear nas próximas!

UOL HOST.TV: É hoje!

UOL HOST.TV: É amanhã, não percam!

Feliz dia das Mães!

UOL HOST.TV: Se preparem, vai começar!

Participe

No Facebook